Notícias

Notícias

Agricultores familiares ganham autonomia com Programa Fomento Rural

publicado: 13/11/2018 17h42, última modificação: 04/11/2019 14h38
Por meio da iniciativa, morador de zona rural no Pará conseguiu prosperar com a criação de animais

Benevides - Viver do próprio trabalho e proporcionar dias melhores para a família sempre foi o desejo do agricultor familiar Raimundo Nonato de Souza, de 46 anos. No entanto, morando na zona rural de Benevides (PA), nunca conseguiu prosperar com a criação de animais. Para sobreviver, além do benefício de R$ 240 que ele e a esposa recebem do Bolsa Família, Raimundo fazia diárias em outras propriedades. No fim de 2017, o agricultor familiar viu sua vida mudar ao ser incluído no Programa Fomento Rural, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Com apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) do Pará e mais R$ 2,4 mil a fundo perdido, o agricultor construiu um galinheiro onde criou e vendeu mais de 100 aves do tipo Caipirão. O lucro foi utilizado para investir na segunda remessa, com 50% a mais de bichos. O desejo de Raimundo é de crescer ainda mais.

“Na próxima vez, quero adquirir 200 ou 250 filhotes. Ir aumentando e fazer mais outro galpão ao lado. Sobre o dinheiro, estamos contando com ele para progredir, porque antes já vivíamos sem ele. Tem que investir lá dentro do galpão”, explica o agricultor familiar. Como Raimundo, mais de 44 mil famílias foram incluídas produtivamente por meio do Fomento Rural desde 2016. Nestes dois últimos anos, o investimento somou mais de R$ 116 milhões.

Autonomia – Segundo a coordenadora-geral do programa de Fomento Rural, Lara Sampaio, o objetivo é garantir a segurança alimentar e a autonomia das famílias a fim de superar a pobreza e evitar que saiam do campo por falta de oportunidades. “Com esse programa, o governo federal espera que as famílias aumentem a renda e a produção e tenham mais segurança alimentar e nutricional. Ou seja, queremos garantir o acesso a alimentos e a diversidade nutricional para a família.”

Saiba mais: 
A seleção das famílias para participar do Fomento é realizada pelas empresas de assistência técnicas, como Ematers, e outras entidades que atuam no campo para oferecer o serviço de acordo com informações do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

*Por André Luiz Gomes

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa