Notícias

PREVENÇÃO

Em seminário, ministro da Cidadania fala sobre o impacto do uso de drogas para a saúde pública

publicado: 12/02/2020 20h30, última modificação: 13/02/2020 16h12
Osmar Terra esclarece que as drogas são responsáveis pela maioria das mortes de jovens, que são vítimas tanto do tráfico quanto do uso de entorpecentes
4ABHQ3QP.jpeg

Ministro Osmar Terra participa do Seminário de Abertura do Ano Legislativo - Foto: Rafael Zart


Brasília/DF –
Durante participação no Seminário de Abertura do Ano Legislativo, promovido pela Revista Voto nesta quarta-feira (12), em Brasília, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, alertou para os riscos do consumo de drogas, principalmente pelos jovens, e para os impactos no Sistema de Saúde. De acordo com o ministro, as drogas são responsáveis pela maioria das mortes de jovens, que são vítimas tanto do tráfico quanto do uso de entorpecentes.

“A saúde pública no Brasil é um grande problema ainda, mas eu me preocupo muito com a juventude. A maior causa de morte direta e indireta de jovens hoje, no Brasil, é a droga. Nós temos que enfrentar isso porque é uma coisa que pode piorar muito se não agirmos”, ressaltou Osmar Terra.

 

O ministro participou do painel intitulado “Os desafios para alcançar a excelência na Saúde”. Ao falar sobre os avanços alcançados pelo governo federal no último ano, Terra destacou a aprovação da Nova Lei de Drogas, que altera o Sistema Nacional de Políticas Públicas Sobre Drogas. “Temos que agir com rigor. Eu sou o autor da Nova Lei sobre Drogas que, graças ao presidente Bolsonaro, conseguimos aprovar”, concluiu.

No mesmo painel, participaram o médico e professor, Raul Cutait; o diretor de Assuntos Corporativos América do Sul da Empresa Ferrero, Fernando Careli, e o presidente da RV Ímola Logística, Roberto Vilela.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
www.cidadania.gov.br/imprensa