Notícias

POLÍTICAS PÚBLICAS

Governo federal estimula cooperativismo de caminhoneiros autônomos

publicado: 19/12/2019 18h02, última modificação: 24/01/2020 16h48
Ministérios da Cidadania e da Infraestrutura lançaram o programa Roda Bem Caminhoneiro, em Brasília. Iniciativa tem o objetivo de gerar renda e melhorar a qualidade de vida da categoria

- Foto: Clarice Castro/Ministério da Cidadania

Brasília/DF - Caminhoneiros autônomos de todo o país poderão se associar, gerar renda e garantir mais qualidade de vida para a categoria enquanto percorrem as estradas brasileiras. Essa é a proposta do Programa Roda Bem Caminhoneiro lançado nesta quinta-feira (19), em Brasília, pelos ministérios da Cidadania e da Infraestrutura. A ação fomenta a criação de cooperativas de transporte rodoviário de cargas formadas por caminhoneiros que trabalham por conta própria. O investimento do governo federal é de R$ 18 milhões e vai propiciar às cooperativas assessoramento técnico, apoio em infraestrutura, abastecimento próprio, escritório-contêiner dotado de computador com software de gestão e sistema de pregão eletrônico para compra coletiva. “Há um desequilíbrio entre o transportador autônomo e quem transporta em grande escala. O que nós estamos proporcionando aos caminhoneiros é eles terem oportunidade de terem escala. Os R$ 18 milhões são para dar esse impulso inicial às cooperativas", disse o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

O prazo para a implantação do programa é de 18 meses. A previsão é atender 100 cooperativas, entre novas e existentes, em diferentes regiões do país. “Terão um tanque de combustível para que a cooperativa tenha como começar o seu trabalho, podendo ter um combustível mais barato, todo o equipamento, pneus mais baratos, sem a figura do intermediário que encarece todo o processo”, completou o ministro.

A partir de um aplicativo de celular, os motoristas cooperados terão, por exemplo, acesso a uma central de compras digital que proporcionará redução no preço dos insumos necessários para o transporte rodoviário de cargas, como óleo diesel, lubrificantes, pneus e peças. O programa também fortalece a negociação de frete diretamente com os embarcadores como indústrias, empresas do agronegócio e cooperativas de produtores, também em ambiente digital.

Haverá ainda a oferta de cursos de qualificação pela modalidade de ensino a distância nas mais diversas áreas, como gestão de cooperativas, direção defensiva e prevenção ao uso de drogas. “Há a necessidade de se especializar, de se preparar para competir, de estar em condições para entrar de forma mais agressiva, mais profissional, nesse mercado”, destacou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes. Ele também acredita que a capacitação irá colaborar para o desenvolvimento do setor, impulsionando o mercado. “Entendo que é um projeto transformador para a categoria porque vai dar suporte em gestão. Vamos ter o desenvolvimento de softwares, vamos ter capacitação e vamos poder nos valer dos benefícios do cooperativismo”, apontou.

Expectativa

Para o caminhoneiro paranaense, Rodinei Larocca, que participou do evento de lançamento, o aporte das cooperativas fortalecerá o trabalho daqueles que já estão há muito tempo na profissão. “A formação de cooperativismo é uma solução para o autônomo continuar no mercado de trabalho. Acho que o pequeno transportador também deve ter uma oportunidade de trocar seu caminhão, de se equipar melhor e ter mais segurança nas rodovias”, disse.

Já para Gustavo Ávila, caminhoneiro em Luziânia, Goiás, o lançamento por parte do governo federal imprime credibilidade a proposta. “Não faço parte de nenhuma cooperativa, mas acredito no programa porque, partindo do governo, mostra para o caminhoneiro quais são aquelas cooperativas que realmente vão estar aptas e que vão trabalhar por ele. E a gente acredita que isso vai trazer um grande benefício para a categoria”, avaliou.

Saiba Mais
Vencedora do edital lançado em novembro, a União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar (Unicafes) será a responsável pela gestão do Programa. A entidade tem 700 cooperativas associadas nas cinco regiões do país e articula iniciativas econômicas para a ampliação de oportunidades de trabalho, geração de renda e produção de alimentos.

Governo federal estimula cooperativismo de caminhoneiros autônomos (19/12/2019)


Por André Luiz Gomes


Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa