Notícias

CIDADANIA

Tecnologia da Informação é área promissora na geração de emprego e renda para jovens no país

publicado: 24/01/2020 19h43, última modificação: 29/01/2020 18h20
Em Pernambuco, ministro Osmar Terra conheceu iniciativas e empresas capazes de propor soluções para desafios do governo federal
photo4994924395927546024.jpg

Osmar Terra visitou as instalações do Porto Digital - Foto: Clara Angeleas/ Ministério da Cidadania

 

Recife (PE) - Programas do Ministério da Cidadania têm buscado fomentar oportunidades de qualificação, emprego e renda por meio de iniciativas que atendam as demandas, principalmente, da população de baixa renda. Recentemente em Pernambuco, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, apontou para o desempenho dos parques tecnológicos como uma ferramenta possível para a autonomia de jovens que estão afastados da escola e fora do mercado de trabalho. Os chamados Nem-Nem são mais de 4,5 milhões em todo o Brasil. “Por que não usar esse exército de jovens que não têm oportunidade de trabalho e também não estão estudando para que façam cursos na área de tecnologia e informação?”, sugeriu o ministro. “Esses jovens têm potencial. Precisamos dar oportunidade para que eles possam se inserir no mercado de trabalho”, disse.

Na busca por iniciativas e empresas capazes de propor soluções para desafios do governo federal, o ministro visitou as instalações tecnológicas para pesquisa e desenvolvimento do Porto Digital. O parque tecnológico localizado em Recife atua nos eixos de software e serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação e Economia Criativa. “Acho uma grande experiência. O Brasil pode se espelhar para melhorar e avançar nessa área da tecnologia da informação, que vai ser a base de tudo em pouco tempo”, comentou o ministro.

 

Oportunidade e resultado

 

Para o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena, a criação de um projeto de alcance nacional de formação na área de Tecnologia da Informação seria capaz de movimentar o mercado, incluindo e gerando oportunidades. “Está crescendo muito a demanda por mão de obra e essa é uma forma de incluir as pessoas. A gente tem emprego disponível na área de tecnologia em qualquer grande cidade brasileira, e não é diferente aqui em Recife. Precisamos incluir a população pobre dentro da área de tecnologia”, finalizou.

O Porto Digital está instalado no Centro Histórico de Recife, com áreas de expansão para outros bairros, totalizando uma área total de 1710000m² na capital pernambucana. Desde a fundação do parque tecnológico, em 2000, já foram restaurados mais de 138000m² de imóveis históricos, antes degradados e com pouca influência na economia local.

Em Pernambuco, ministro conheceu iniciativas e empresas capazes de propor soluções para desafios do governo federal (23/01/2020)

 

*Por Renata Garcia

 

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania
Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa