Notícias

MAPEAMENTO

Prorrogado o prazo para inscrições de boas práticas voltadas à população idosa

publicado: 13/01/2020 17h11, última modificação: 03/02/2020 19h09
Municípios brasileiros que já aderiram à Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa podem inscrever ações até o dia 17
AN_8369.JPG

Balneário Camboriú (SC) é um dos municípios com a Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa - Foto: Ronaldo Caldas

 

Municípios brasileiros terão prazo estendido até esta sexta-feira (17) para a inscrição de boas práticas voltadas à população idosa. O Departamento de Atenção ao Idoso do Ministério da Cidadania vai selecionar 18 experiências bem-sucedidas para compor um Guia de Boas Práticas. Para participar, os municípios já devem ter aderido à Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa, um conjunto de iniciativas do governo federal para melhorar a convivência de pessoas com mais de 60 anos, evitando o isolamento dessa população. As inscrições devem ser feitas por formulário eletrônico disponível na página da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social.

Depois de pronto, o guia do governo federal será disponibilizado para os governos estaduais, municipais e do Distrito Federal, no intuito de disseminar experiências que já deram certo, como explica a coordenadora-geral de Cuidado Integral do Departamento de Atenção ao Idoso, Luciana Gill Barbosa: “A gente pretende reconhecer, por meio desta publicação, boas ações municipais no nível nacional e divulgá-las para que outros municípios possam se inspirar nessas ações”.



Mais de 300 iniciativas já foram inscritas no mapeamento. As experiências devem estar de acordo com as oito dimensões da Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa, que incluem as seguintes áreas e setores do poder público: ambiente físico, transporte e mobilidade urbana; moradia; participação; respeito e inclusão social; comunicação e informação; oportunidade de aprendizagem; e apoio, saúde e cuidado.

Além de compor a publicação, as experiências selecionadas receberão uma certificação concedida pelo Departamento de Atenção ao Idoso do Ministério da Cidadania. Os coordenadores e técnicos envolvidos nas ações também serão convidados a apresentar os seus trabalhos em Brasília.

 

Por Karoline Avila

 

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa